As principais altcoins operam no campo positivo nesta manhã

O Bitcoin (BTC) reagiu e chegou perto dos US$ 60 mil na madrugada desta quarta-feira (10), mas não conseguiu sustentar o fôlego por muito tempo e voltou ao patamar dos US$ 58 mil. Alguns analistas acreditam que o respiro foi momentâneo.

“Previmos que o Bitcoin poderia voltar para quase US$ 60 mil antes de experimentar outro declínio para a faixa baixa de US$ 50 mil, criando um ambiente de negociação complexo”, disse Markus Thielen, fundador da 10x Research.

Por volta das 8h, o ativo digital era negociado a US$ 58.638, com leve alta de 1,90% nas últimas 24 horas. A cripto entrega perdas de 3,40% no acumulado de sete dias e está 28% abaixo de sua máxima histórica.

O Bitcoin vem enfrentando pressões nas últimas semanas. A exchange Mt.Gox, vítima de um ataque hacker em 2014, anunciou a devolução de US$ 8 bilhões em criptos aos clientes, enquanto o governo alemão começou a vender tokens apreendidos de criminosos.

“A oferta tem sido uma grande preocupação e o conhecido excesso da liquidação relacionado à Mt. Gox e à polícia criminal federal alemã – isto é, os mercados sabem que há um ponto final para a liquidação dessas moedas”, escreveu Chris Weston, head de research da Pepperstone, em nota.

Além disso, o cenário político e econômico nos Estados Unidos também afeta o ativo digital. “Até as eleições presidenciais ocorrerem nos EUA, há uma incerteza política que afeta o mercado cripto”, disse Sebastián Serrano, CEO e cofundador da Ripio.

Apesar das pressões, o panorama no mercado de ETFs (fundos de índice) à vista de Bitcoin dos EUA voltou a ficar positivo. Os 11 produtos registraram US$ 216,33 milhões em entradas líquidas na terça-feira (9), estendendo a sequência positiva para um terceiro dia.

De acordo com dados da plataforma SoSoValue, quase US$ 1,2 bilhão foi negociado nos veículos de investimento ontem. Os ETFs agora acumularam cerca de US$ 15,3 bilhões em entradas líquidas desde a segunda semana de janeiro, quando foram liberados.

As demais criptos operam no campo positivo nesta manhã, assim como os índices futuros de Wall Street. Por lá, investidores estão à espera de dados de inflação e aguardam novas falas do presidente do Federal Reserve (Fed, o banco central dos EUA), Jerome Powell.

 

 

Fonte: InfoMoney

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fale Conosco!