Inteligência artificial resolve os problemas mais depressa e relação com o devedor é menos desgastante

Em 2024, a inteligência artificial (IA) está impulsionando a inovação e a produtividade em diversas companhias. A integração dessa tecnologia nas estratégias de trabalho tornam o dia-a-dia mais eficaz, por exemplo a tomada de decisões baseada em dados passa a ser mais precisa. Entretanto, a IA ainda é vista com receio em várias atividades. Para esclarecer suas dúvidas, Forbes conversou com alguns especialistas sobre como essa inteligência ajuda a otimizar processos em grandes  empresas.

De acordo com Levi Fonseca, diretor de serviços financeiros da C&A, o aplicativo “C&A Pay”, criado em 2021 para pagamentos digitais, adotou a inteligência artificial em 2022 para agilizar os processos. “Nossa meta é realizar, cada vez mais, operações de forma simplificada e rápida”. Outra vantagem da tecnologia é que ela evita a migração de setores quando o cliente quer resolver algum problema. “O público quer ter sua questão resolvida em uma conversa só, de uma maneira direta. Gostamos de ter uma interação assertiva com o comprador e a IA contribui para isso”, afirma Fonseca. 

Essa nova era digital contribui para resolver em poucos minutos operações que levariam horas. “Até mesmo nossas atividades de Serviço de Atendimento ao Consumidor (SAC) já estão 80% digitalizadas. Os processos de cobrança estão 100% aderidos ao meio digital, desde mensagens para lembrar quando o pagamento deve ser feito até a operação final.”, diz o diretor.  

“O nível de aderência a essa nova tecnologia foi fácil, já que o cliente quer sua vida mais agilizada e a IA proporciona isso”, afirma Fonseca. Ele também destaca que a empresa aumentou em torno de 30% a recuperação em todas as faixas de cobrança. “Nossas despesas de cobrança reduziram em 5 vezes. Além disso, foi muito positivo em relação a custo e performance. O nível de satisfação do nosso cliente aumentou em 10 pontos.”   

Para Luiz Lobo, CEO da Fintalk, empresa de desenvolvimento de IA, a efetividade com a inteligência artificial nas cobranças subiu de 50% para 70% para pessoas com até 60 dias de atraso no pagamento. “Atualmente, toda a cobrança para pessoas com até 120 dias de atraso já é digital”, afirma.

Além disso, Lobo diz que os clientes dizem preferir quitar as dívidas com o canal da C&A Pay do que com assessorias. “Uma prova disso é que o número de WhatsApp para suporte se mantém o mesmo porque há poucas denúncias e reclamações”, afirma. Outra vantagem é que o algoritmo é alimentado por vários sotaques, gírias e regionalismos para entender por voz qualquer interlocutor do país. “Quando a tecnologia entende melhor quem fala, ela é mais humanizada. Também, a ferramenta tenta entender a situação do cliente para sugerir propostas factíveis”, diz o especialista. 

Leia mais em: https://forbes.com.br/forbes-money/2024/07/como-a-ia-esta-ajudando-a-otimizar-a-cobranca-de-grandes-empresas/

 

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fale Conosco!