Consumidores buscam cada vez mais as marcas que entendam e atuem cuidando do seu impacto ambiental e social.

Um  recente estudo conjunto realizado pela McKinsey e pela NielsenIQ destaca a importância de as empresas adotarem práticas social e ambientalmente responsáveis, evidenciando um aumento importante no faturamento de produtos com essas características. Os dados mostram que os produtos que alegam responsabilidade social e ambiental tiveram um crescimento acumulado de 28% nos últimos cinco anos, comparados aos 20% dos produtos sem tais alegações. 

De acordo com Alexandre Slivnik, renomado especialista em excelência de serviços e vice-presidente da Associação Brasileira de Treinamento e Desenvolvimento (ABTD), este crescimento revela que existe grande viabilidade econômica das práticas sustentáveis, reforçando como um propósito claro e genuíno pode ser decisivo para as estratégias de negócio e para o encantamento dos clientes. “É de extrema relevância alinhar o propósito empresarial às expectativas dos consumidores”, acrescenta.

O especialista explica que o propósito não é apenas uma questão de marketing, mas uma diretriz estratégica que permeia todas as operações da empresa, garantindo autenticidade e longevidade no mercado. “Empresas que integram seus valores de sustentabilidade e responsabilidade social de forma transparente e consistente não só conquistam a confiança do consumidor, mas também se posicionam à frente no mercado competitivo”, pontua.

A pesquisa enfatiza ainda que ter um propósito bem definido e alinhado com as expectativas sociais e ambientais dos consumidores é fundamental. Esse alinhamento ajuda a impulsionar o crescimento econômico e fortalece a fidelização e a satisfação do consumidor, criando uma base fidelizada para o sucesso sustentável de longo prazo. 

“As empresas estão, portanto, cada vez mais motivadas a revisar suas práticas e estratégias para incorporar esses valores de forma profunda e significativa em suas operações e portfólio de produtos”, explica Alexandre. Para manter a competitividade no mercado, o propósito é pilar estratégico. A falta de uma definição inicial não é necessariamente alarmante, mas é preciso um esforço contínuo para esclarecer esse tripé missão-visão-valores. 

Um propósito bem definido simplifica a tomada de decisões e posiciona a empresa, que consegue identificar os próximos passos e se comunicar de maneira mais clara. Ele se baseia em valores éticos, práticos, emocionais e históricos que moldam a cultura organizacional e orientam todas as atividades.

Leave a Reply

Your email address will not be published. Required fields are marked *

Fale Conosco!